NOTÍCIAS

Ao nascer somos constituídos por aproximadamente 75% de água. Se sobrevivermos além dos 95 e morrermos na velhice, conteremos aproximadamente 25% de água. Teremos passado de uma ameixa a uma passa. Assim, uma das mais importantes estratégias de anti-envelhecimento é manter o corpo hidratado. O corpo é feito para funcionar e envelhecer lentamente. Ninguém sabe qual a durabilidade para o qual foi concebido, porque ninguém passou a sua vida fazendo o melhor para o seu corpo. Poucos estão interessados em fazê-lo, e à pequena fração das pessoas que querem viver com o máximo de saúde e vitalidade, lhes falta informação adequada ou há informações falaciosas. Isto ocorre em especial, na informação sobre água. Esclareçamos esta ”desinformação” acerca da água. É verdade que o corpo necessita de minerais. Não é verdade que a água de consumo contendo minerais seja boa para a saúde – pelo contrário – é letal. A função dos minerais no corpo é servir de co-enzima às enzimas que regulam o metabolismo. Sem o mineral que lhe é especifico, uma enzima não pode funcionar corretamente. Sem a ação das enzimas, o metabolismo pára e o organismo morre imediatamente. Um mineral, para ser útil ao corpo, tem que estar numa forma em que possa ser utilizado pela enzima correspondente. Para isso acontecer o mineral tem que estar associado a uma molécula orgânica (molécula formada essencialmente por cadeias de carbono). Quando um mineral está associado a uma molécula orgânica, diz-se na forma de quelato. Nesta forma pode ser transferido para a sua enzima, funcionando assim o mineral como co-enzima. Um mineral que não está nesta forma não pode ser transferido para a sua enzima – sendo assim pior que inútil. Os minerais numa solução eletrolítica simples, para serem úteis ao corpo têm primeiro que ser associados pelo organismo a moléculas orgânicas (conversão a quelato). O corpo humano tem uma capacidade limitada de converter minerais a quelatos (e, portanto à forma biodisponível). Em comparação com as plantas, esta capacidade é muito pobre. O consumo de alimentos vegetais fornece ao corpo minerais que pode utilizar imediatamente, por já se encontrar na forma de quelato. Isto também é verdade para os alimentos de origem animal, embora a presença concentrada de pesticidas, preservativos, antibióticos, hormônios sintéticos, etc. tenham efeito adverso fazendo com que o valor disponível em minerais não chegue a compensar. Assim, e dado o seu elevado conteúdo de água, os alimentos vegetais são a melhor fonte de água a nível de alimentos disponíveis. A melhor fonte de água para consumo é a água destilada. Já houve um tempo em que a natureza fornecia água destilada com elevado grau de pureza, sob a forma de água de chuva. No entanto, desde a revolução industrial e o inicio do crescimento acelerado da indústria, são continuamente emitidos, e cada vez mais, gases nocivos de diversas naturezas, e a maior parte da chuva é poluída ao dissolver as respectivas moléculas que se concentram em suspensão na atmosfera; o que anteriormente só ocorria esporadicamente, por exemplo, quando de uma erupção vulcânica ou incêndio florestal. A única fonte segura de água destilada é aquela produzida artificialmente pelo vapor. Não há segunda escolha adequada quando se trata de água com elevado grau de pureza. A água filtrada por carvão ativado, não é ideal visto que após a filtração permanecem ainda muitas substancias tóxicas. Somam-se a isso outros problemas, tais como a formação de caminho preferencial de escoamento da água que acaba por saturar o filtro rapidamente. Os filtros de carvão ativado não são eficazes na remoção de contaminantes inorgânicos, biológicos e radioativos. A osmose reversa é uma boa solução, mas ainda permanecem alguns produtos orgânicos, cloro, pesticidas e vírus, e não remove totalmente nitratos e bactérias. É recomendada uma combinação de água destilada com suco de vegetais provenientes de produção biológica / orgânica. No entanto, alguns sistemas combinam filtração por carvão ativado com osmose reversa, o que considero uma solução aceitável, superada apenas pela destilação. A água mineral também não é boa escolha. Água mineral, por definição, é toda aquela que contem sais minerais, logo, tanto as águas de fontes ditas minerais e da empresa de suprimento de água apresentam sais minerais. As fontes comuns de água mineral são águas da rede de distribuição e água mineral engarrafada. Os minerais presentes neste tipo de água são inorgânicos, e, portanto de pouca utilidade ao organismo humano, pois não são utilizáveis como co-enzimas; pior que isso, cristalizam no corpo, dentro e fora do sistema circulatório. Quando cristalizam fora do sistema circulatório causam doenças como a artrite. Quando cristalizam dentro do sistema circulatório são depositados nas paredes das artérias, associados ao colesterol, contribuindo, ao longo dos anos para a formação de placas e ocorrência de arteriosclerose. Estas placas artereoescleróticas só podem ser removidas através de terapia de quelação intravenosa prolongada, mas embora possam ser removidas deste modo, não será a prevenção uma melhor alternativa? A prevenção da arteriosclerose é conseguida através de uma dieta rica em fibras e com adequado equilíbrio entre o conteúdo em proteínas e carboidratos complexos e consumindo unicamente água pura. A água mineral quer proveniente de garrafas a preços elevados, ou da torneira por muito pouco, é perigosa á saúde, porque, ao longo dos anos, originará artérias endurecidas e articulações artríticas. A solução menos sensível possível é o consumo de água da torneira. Embora seja, em geral, tratada para remoção de bactérias perigosas, está carregada, dentre outros contaminantes, de minerais inorgânicos. Alem disso, também contém níveis elevados de cloro usados para matar as bactérias, que tem que ser adicionado em ligeiro excesso para ter efeito residual (ter efeito desinfetante desde o tratamento até o consumidor). Os efeitos totais do cloro no organismo não são ainda completamente conhecidos embora já seja do conhecimento geral no meio cientifico que no estomago, em conjunto com os ácidos estomacais e alimentos, formam cloraminas, que são moléculas tóxicas e potencialmente carcinogênicas (geradoras de cancro). Também é adicionado flúor à água da rede de distribuição, sob a forma de fluoretos, com o propósito de auxiliar o desenvolvimento dentário saudável das crianças com até 12 anos. Quaisquer efeitos benéficos para a saúde dentária são ensombrados pelo efeito nos sistemas enzimáticos. Isto porque os fluoretos são carcinogênicos! Existem milhares de trabalhos científicos desaconselhando o uso de flúor na água, nos tratamentos dentários em geral, inclusive nas pastas de dentes. Poucos paises no mundo ainda fluoretam a água. A Europa por exemplo, com exceção de pequena parte da Espanha, não fluoreta a água. Veja o site www.laleva.cc/pt/alimentos/fluoro_50reasons.html para conhecer 50 razões para não fluoretar a água. Infelizmente no Brasil ainda se fluoreta a água. Mas você pode se livrar desse veneno usando a destilação, a osmose reversa ou a deionização. Outras maneiras de satisfazer as nossas necessidades de água é beber chá, café, refrigerantes e cerveja. Estas opções, tendo em conta o que se sabe sobre o conteúdo de tais bebidas, implica um forte desejo de morte. Pois todas elas provocam desidratação, alem dos contaminantes da água, que devido não sofrerem um tratamento adequado para consumo humano terminam por aumentar ainda mais os seus riscos. Para minimizar, pelo menos, o fator desidratação é recomendado beber a mesma quantidade de água potável para neutralizar a sua ação desidratante. Para a maioria das pessoas, em especial as com uma vida muito ocupada, a melhor solução é beber apenas água destilada. Se ainda não iniciou esta pratica, recomendo vivamente que o faça agora. Desnecessário será dizer que é inútil beber água destilada se cozinhar com água da torneira. Use apenas água destilada para cozinhar. Se beber água mineral, saiba que não faz ao seu corpo nenhum favor estando gastando muito mais do que necessita para cobrir as suas necessidades de água. Em particular, está promovendo a cristalização dos minerais nos tecidos moles do corpo, e, com o passar do tempo, pode pagar muito caro por esta prática. Quando as artérias que alimentam os nervos ópticos e auditivos ficam obstruídas com minerais cristalizados, ocorre perda da visão e da capacidade auditiva. Cada órgão no nosso corpo depende do fornecimento de sangue sem restrições para o seu funcionamento ótico. Se as artérias se encontram obstruídas com materiais inorgânicos, perde-se o funcionamento ótimo delas. Isto inclui o cérebro (ataques isquêmicos) e o coração (angina do peito e ataque do coração). A pureza da água que se consome é de importância critica para a saúde e a vitalidade. Apresentei-lhe informações precisas sobre o assunto, comprovadas na pratica e com bases cientificas. O resto é com você. A produção caseira regular ou compra de água destilada ou a filtração associada a osmose reversa são as soluções mais convenientes e econômicas de se ter sempre disponível este fluido precioso. Para as suas necessidades de líquidos, o melhor é permitir que apenas sucos de vegetais e frutas orgânicas e água purificada sem minerais, passem pelos seus lábios. Está pratica, mantendo-se todo o resto igual, adicionará muitos anos com saúde, vitalidade e longevidade à sua vida.



Veja Artigos Voltar para Home

CONTATO
sac@biowatersystem.com.br

SITE SEGURO

FORMAS DE PAGAMENTO
Formas de Pagamento

Os preços e promoções divulgados no site são válidos apenas para compras feitas pela Internet. Em caso de divergência, o preço válido seré o do Carrinho de Compras. Imagens meramente ilustrativas. Tel: (11) 3667-5842.
End: Rua Barra Funda, 957 - Barra Funda, São Paulo CEP: 01152-000

© 2014 Bio Water System • Todos os direitos reservados