NOTÍCIAS

Ao longo dos anos a necessidade da indústria foi aumentando, é através dela que a energia e bens são produzidos. Quanto mais uma indústria crescer, mais ela precisará de matéria-prima, como o ferro e água. E no processo da produção de seus bens uma grande quantidade de lixo é produzida e quem os gera são obrigados a cuidar do seu destino final. O homem tem causado, desde a Revolução Industrial (segunda metade do século XVIII), todo este prejuízo à natureza, através dos lixos, esgotos, dejetos químicos industriais e mineração sem controle. Em função destes problemas, os governos com consciência ecológica, tem motivado a exploração racional de aquíferos (grandes reservas de água doce subterrâneas). Na América do Sul, temos o Aquífero Guarani, um dos maiores do mundo e ainda pouco utilizado.Grande parte das águas deste aquífero situa-se em subsolo brasileiro (região sul). Exemplos de resíduos produzidos pelas indústrias são resíduos químicos, carvão mineral, fumaça lançada pela chaminé da fábrica. Cada indústria deve tratar o lixo produzido de uma forma adequada, por exemplo as alimentícias podem vender às fábricas de ração animal; metalúrgicas e de plásticos vendem para ser reciclado por outras empresas, entre outros. Porém, quando não é tratado dessa forma o lixo vai parar em rios ou são queimados. No resíduo industrial estão incluídos os produtos químicos, metais, solventes químicos que podem ameaçar a saúde do ambiente e dos seres que nele vivem. Os resíduos sólidos, geralmente são amontoados e enterrados, os gases são lançados no ar e os líquidos são despejados em rios e mares O consumo habitual de água e alimentos - como peixes de água doce ou do mar - contaminados com metais pesados coloca em risco a saúde. As populações que moram em torno das fábricas de baterias artesanais, indústrias de cloro-soda que utilizam mercúrio, indústrias navais, siderúrgicas e metalúrgicas, correm risco de serem contaminadas. Uma consequência grave causada pelos resíduos industriais é que quando absorvidos pelo ser humano, os metais pesados se depositam no tecido ósseo e gorduroso e deslocam minerais nobres dos ossos e músculos para a circulação, o que pode provocar doenças. Um exemplo ocorreu no Japão em 1956 em Minamata, mais de 900 pessoas morreram com dores severas devido a um envenenamento. Uma pesquisa realizada indicou que cerca de dois milhões de pessoas podem ter sido afetadas por comer peixe contaminado. Foi reconhecido que 2.955 pessoas sofreram da doença de Minamata, que é uma síndrome neurológica causada por severos sintomas de envenenamento por mercúrio. O lançamento desses resíduos nas águas constitui um problema ecológico. Substâncias poluentes, como detergente, ácido sulfúrico e amônia, envenenam os rios onde são lançados, causando a morte de muitas espécies da comunidade aquática, além disso há chances de contaminação do ser humano que se alimentar de espécies contaminadas. Há o Tratamento de Efluentes Industriais que abrange os mecanismos e processos utilizados para o tratamento de águas que foram contaminadas por indústrias. Geralmente os efluentes possuem altas concentrações de poluentes convencionais como óleo ou graxa, poluentes tóxicos, como por exemplo, metais pesados, compostos orgânicos voláteis, ou outros poluentes, como amónia, precisam de tratamento especializado. Algumas destas instalações pode instalar um pré-tratamento para eliminar o sistema de componentes tóxicos e, em seguida, enviar os efluentes pré-tratados para o sistema municipal. Mas não se sabe como lidar muito bem com o lixo industrial com segurança e espera-se que o ambiente absorva as substâncias tóxicas. Porém, essa não é uma solução segura para o problema. Muitos metais e produtos químicos não são naturais, nem biodegradáveis. Em conseqüência, quanto mais se enterram os resíduos, mais os ciclos naturais são ameaçados, e o ambiente se torna poluído. Desde os anos 50, os resíduos químicos e tóxicos têm causado desastres cada vez mais freqüentes e sérios. Atualmente, há mais de 7 milhões de produtos químicos conhecidos, e a cada ano outros milhares são descobertos. Isso dificulta, cada vez mais, o tratamento efetivo do resíduo. A poluição de águas nos países ricos é resultado da maneira como a sociedade consumista está organizada para produzir e desfrutar de sua riqueza, progresso material e bem-estar. Já nos países pobres, a poluição é resultado da pobreza e da ausência de educação de seus habitantes, que, assim, não têm base para exigir os seus direitos de cidadãos, o que só tende a prejudicá-los, pois esta omissão na reivindicação de seus direitos leva à impunidade às indústrias, que poluem cada vez mais, e aos governantes, que também se aproveitam da ausência da educação do povo e, em geral, fecham os olhos para a questão, como se tal poluição não atingisse também a eles. A Educação Ambiental vem justamente resgatar a cidadania para que o povo tome consciência da necessidade da preservação do meio ambiente, que influi diretamente na manutenção da sua qualidade de vida. FONTE



Veja Artigos Voltar para Home

CONTATO
sac@biowatersystem.com.br

SITE SEGURO

FORMAS DE PAGAMENTO
Formas de Pagamento

Os preços e promoções divulgados no site são válidos apenas para compras feitas pela Internet. Em caso de divergência, o preço válido seré o do Carrinho de Compras. Imagens meramente ilustrativas. Tel: (11) 3667-5842.
End: Rua Barra Funda, 957 - Barra Funda, São Paulo CEP: 01152-000

© 2014 Bio Water System • Todos os direitos reservados